Husky
Emergências
Telefone:
91 21 900 91
Contactos
R. Francisco Lucas Pires, 121
3030-489 Coimbra

Telefones: 239 781 415
telemóvel: 912190091

E-mail: clinica@cvetsolum.pt
Horário de Funcionamento

Segunda a sábado:
10h às 13h e
15h às 20h
Os primeiros dias do CACHORRO em sua casa..

Quando o nosso novo animal chega a casa, é muito importante deixá-lo inspeccionar o seu novo ambiente para se acostumar a ele.

 

Devemos colocá-lo num local seco, tranquilo, sem mudanças bruscas de temperatura nem correntes de ar.

 

Na primeira noite, é possível que ele não nos deixe dormir, pois estará assustado e procurará companhia, no entanto não devemos cair no erro de o colocar a dormir connosco porque dessa forma será difícil acostumá-lo ao lugar que lhe estava destinado. Opte por reservar um local confortável e com temperatura adequada, dependendo da idade e da altura do ano, uma botija de água quentinha pode ajudar a passar as primeiras noites mais tranquilas.

 

O problema da urina e dejeções é difícil de solucionar quando são pequenos. Um bom truque é o uso de jornais/resguardos até que possam sair à rua, mantendo-os sempre limpos e num lugar que seja de fácil higiene (cozinha,etc.).

 

Incentivamos o nosso animal sempre que ele faça as suas necessidades no local desejado e ralhamos-lhe com um enérgico NÃO quando tal não acontece. A paciência será o nosso maior aliado.

 

O desconforto que causa a troca dos dentes será o próximo problema. Para evitar possíveis estragos recorremos a brinquedos comerciais ou caseiros.

 

Nunca devemos ralhar ao animal se já tiver passado muito tempo após o estrago. Ele vai perceber que estamos chateados, mas não entende o porquê.

 

Um cachorro não deve tomar banho nem sair à rua antes de terminar o seu protocolo vacinal. Pode ficar gravemente doente.

 

ALIMENTAÇÃO

 

- Deixar sempre disponível uma tigela com água fresca

- Se o cachorro tiver sido desmamado antes do tempo (mínimo 1 mês) devemos usar leites específicos para cachorros, já que o leite de vaca pode causar-lhes diarreia.

- Depois o alimento ideal será a ração de cachorro. A alimentação caseira não é suficientemente equilibrada. É importante não mudar bruscamente a ração de um dia para o outro, essa mudança deve ser feita gradualmente.

- Desde sempre se deram ossos aos cães, acreditando que estão habituados a eles. Não há maior erro! Os ossos, especialmente os de aves, fazem lesões e obstruções gastrointestinais graves, sendo muitas vezes a cirurgia a única solução. Geralmente com um mau prognóstico.

- O cachorro deve comer várias vezes ao dia e em pequenas doses:

 

        Com menos de um mês

              de 6-8 tomas

        De 1 a 2 meses

              de 4-6 tomas

        De 2 a 5 meses

              de 2-4 tomas

        A partir dos 6 meses

             duas vezes por dia