Husky
Emergências
Telefone:
91 21 900 91
Contactos
R. Francisco Lucas Pires, 121
3030-489 Coimbra

Telefones: 239 781 415
telemóvel: 912190091

E-mail: clinica@cvetsolum.pt
Horário de Funcionamento

Segunda a sábado:
10h às 13h e
15h às 20h
INSUFICIÊNCIA RENAL

Na insuficiência renal os rins não são capazes de cumprir as suas funções de filtração.

 

Algumas das funções renais ficam comprometidas tendo como consequências:

  • Ausência de excreção de metabolitos tóxicos, provocam aumento da ureia e creatinina no sangue.
  • Ausência da reabsorção/excreção de metabolitos e água, provoca depleção de potássio no sangue, urina diluída, aumento do volume de urina e do consumo de água.
  • A diminuição da produção de eritropoietina leva a uma baixa resposta medular e consequentemente provoca anemia.

 

Quais as causas da doença renal?

Intoxicações, doença cardíaca, doença poliquística renal em Persas, Leishmaniose, glomerulonefrite, entre outras. Todas estas doenças levam à destruição progressiva de nefrónios no rim e culminam com insuficiência renal.

 

 

Quais os sintomas da insuficiência renal?

O aumento da ingestão de água e do volume de urina produzido, a perda de apetite e de peso, vómito, prostração e a palidez são alguns dos sinais da insuficiência renal.

 

 

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é através de análises sanguíneas, análise de urina e ecografia abdominal.

 

 

Qual o tratamento?

O tratamento envolve a hospitalização e a fluidoterapia (soro) de forma a promover a excreção dos metabolitos tóxicos acumulados devido à insuficiência renal. Dependendo da severidade, o animal pode ter que permanecer vários dias hospitalizado até normalizar os parâmetros renais. Alguns poderão mesmo ter que ser submetidos a transfusões sanguíneas.

 

 

O que posso fazer em casa para ajudar o meu animal?

A dieta específica para doença renal é um dos aspetos mais importantes no combate à doença renal podendo prolongar a vida do seu animal. Consoante o caso, alguns animais poderão ter que fazer medicação anti-hipertensora (a hipertensão arterial é comum em pacientes com insuficiência renal) e quelantes do fósforo (o fósforo está normalmente aumentado nestes pacientes).

 

 

Qual o prognóstico?

O prognóstico depende do estado da insuficiência renal e é normalmente reservado. Alguns animais conseguem viver vários meses, ou anos, com níveis de ureia relativamente elevados, enquanto outros requerem hospitalizações periódicas para fluidoterapia e normalização dos valores. Um aspeto importante é que a insuficiência renal não tem cura e é irreversível. O tratamento consiste em atrasar a progressão da doença o mais possível prolongando a qualidade de vida do seu animal.