Husky
Emergências
Telefone:
91 21 900 91
Contactos
R. Francisco Lucas Pires, 121
3030-489 Coimbra

Telefones: 239 781 415
telemóvel: 912190091

E-mail: clinica@cvetsolum.pt
Horário de Funcionamento

Segunda a sábado:
10h às 13h e
15h às 20h
ANORMALIDADES PALPEBRAIS

Quais são as Funções das Pálpebras?

 

-Protege o olho
-Produz lágrimas

-Espalha as lágrimas

-Impede que a córnea fique seca
-Ajuda a eliminar o excesso de lágrima
-Protege da luz
-A 3ª. pálpebra ajuda a espalhar o filme lacrimal e a sua glândula produz a parte aquosa das lágrimas.


Quais são as Anomalias das Pestanas ?

 

Cílios ectópicos

Pêlos que crescem em locais anormais no interior da pálpebra.
Esta situação é muito dolorosa. Podem provocar úlceras na córnea e que muito dificilmente cicatrizam se não for removido o cílio cirurgicamente.

 

      Triquiase: pêlos normais que pela sua posição irritam o olho.
Isto acontece por exemplo em raças braquicefálicas como os pugs/pequenois e os gatos persas, em que os pelos das pregas podem roçar na córnea.


      Distriquiase:  podem surgir pelos anormais nas glândulas do bordo palpebral que irritam a córnea.
 

 

Entropion

Há um enrolamento para dentro das pálpebras superior e/ou inferior. Existem raças predispostas que, devido à confirmação da cabeça e/ou excesso de pregas de pele, podem ter entropion logo à nascença (chow-chow, sharpei).
Se causar irritação no olho e problemas de córnea (que são muito dolorosas), deve ser corrigido cirurgicamente.
Podem também haver entropions secundários a problemas oculares prévios ou cirurgias.

 

Ectropion

Há um enrolamento das pálpebras para fora de modo que a conjuntiva fica mais exposta. Geralmente não causa tantos problemas como o entropion e é também necessário fazer correção.
Ocorre em São Bernardos, Boxers, Cockers, entre outros.

 

Tumores Palpebrais

Nos cães, maioritariamente são tumores benignos das glândulas de meibonion no bordo pálpebral . Podem também ser malignos, e assim sendo, todos os tumores pálpebrais devem ser removidos cirúrgicamente e feita análise anatomopatológica.
Nos gatos, os tumores mais comuns são o carcinoma de células escamosas e o melanoma, que são ambos tumores malignos. Nestes casos a remoção cirúrgica dever ser mais agressiva sendo o prognóstico menos favorável que nos cães.